-->

Portugal

Curador e Facilitador

José Carlos Santiago

www.jcsantiago.info
www.jcsantiago.net
www.jcsantiago.com

Abordagens para a sua Saúde e Bem Estar

Perna Curta

Dismetria dos membros inferiores

A perna curta é um dos problemas que muita gente tem mas a que não dá a devida importância.

Muitos dos problemas que por vezes as pessoas têm e apresentam devem-se a uma perna mais curta.

A Dismetria dos membros inferiores, com encurtamento de um membro pode ser determinada através de Raios X que determinam qual o membro mais curto e onde esse encurtamento existe.

Por norma um bom osteopata pode verificar se a perna está na verdade curta ou se ela está curta devido a um problema na bacia, caso em que a perna curta é uma falsa perna curta.

Quando é um problema ao nível da bacia um osteopata pode corrigir o problema e dessa forma repor toda a normalidade.

No caso da existência de uma perna curta verdadeira (quando o fémur ou a tíbia é mais curto), então ele poderá encaminhar para o médico para que seja feito um raio X milimétrico para determinar quantos milímetros deve ter o calço a colocar no sapato para corrigir o problema.

Esta costumam ser as opções usuais, ou pelo menos as soluções que as pessoas que se preocupam com a sua saúde acabam por usar.

No entanto usar um calço para o resto da vida não é confortável nem a solução ideal.

O ideal é corrigir o comprimento da perna (dismetria dos membros) e para isso pode-se pensar em usar a cirurgia. Esta pode ser uma opção para quem a quiser usar.

Mas, corrigir uma perna curta é possível sem recorrer à cirurgia.

Corrigir a dismetria do membro mais curto é possível sem recorrer à cirurgia.

Pode-se corrigir o comprimento da perna (sem cirurgia) caso encontre quem o saiba fazer.

Fazer crescer o osso curto é possível sem recorrer à cirurgia.

Sim, pode-se corrigir o comprimento de uma perna curta sem recorrer a cirurgia, caso encontre quem o saiba fazer.

Sim, leu bem: é possível corrigir uma perna curta ou um osso curto da perna. E sem cirurgias e sem complicações. E sem demorar muito tempo.

Eu vinha corrigindo pernas curtas (fémur e/ou tíbia) desde 2005 e  fazendo essas demonstrações e correcções em público desde 2006 até 2008.

Em 2008 muita coisa mudou na minha vida e no meu trabalho.

Os resultados não dependem de mim mas sim de cada um.

Uma parábola que ilustra isto muito bem é a seguinte:

O rei cansado de ver toda a gente procurando os conselhos do sábio ordenou que ele viesse até ele para o poder desmascarar publicamente.
Diz o rei para ele:"Tenho um pássaro na mão. Diz-me; ele está morto ou vivo?"
O sábio percebendo que fosse qual fosse a resposta, o resultado não dependia dele pois bastava o rei abrir a mão e o pássaro voava ou apertar a mão e ele morria, o sábio diz para o rei:
"Como quiserdes senhor".

Veja os videos da correcção de perna curta e correcção de bacia desnivelada.

Desta forma pode-se normalizar uma perna que toda a vida esteve curta.

Uma vez a perna curta corrigida, podemos então corrigir e eliminar muitos outros problemas que tinham origem nessa perna curta.

Os problemas que uma perna curta pode provocar podem ser mais que muitos e muito variados.

Uma perna curta pode estar na origem (ou agravar) de muitos problemas que aparentemente nada parecem a ter a ver com ela, como:

Uma perna curta é uma das razões pela qual muitas vezes com alguns (muitos) problemas só se obterem fracos resultados quer da fisioterapia, quer da medicina e das medicinas complementares.

Apesar dos bons tratamentos que as pessoas recebem na medicina, na fisioterapia e nas medicinas complementares, muitas situações não são analisadas nem corrigidas e dessa forma as pessoas não conseguem obter bons resultados dos tratamentos que efectuam.

Entender e corrigir as causas por detrás de muitos problemas de saúde do nosso dia a dia é a solução para que se façam tratamentos que resolvam as causas e não apenas que tratem os sintomas que as pessoas apresentam.

Mas, infelizmente este tipo de trabalho não se aprende em nenhuma formação nem em nenhuma escola nem faculdade.

Corrigir pernas curtas (dismetria da perna) é uma coisa que se aprende pela prática e pela experiência e sobretudo quando se tem muitos e variados conhecimentos.

Quando os conseguimos juntar e perceber que eles se complementam e que se completam ao invés de serem opostos como normalmente se aprende nas muitas formações, então sim, começamos a fazer aquilo que muitos e a ciência dizem ser impossível de conseguir.

Veja também: Perna, Desporto e Saúde

José Carlos Santiago