Portugal

José Carlos Santiago

Curador e Facilitador

www.jcsantiago.info
www.jcsantiago.net
www.jcsantiago.com

Abordagens para a sua Saúde e Bem Estar

Fadiga Crónica

A fadiga crónica é um sintoma que muitas vezes acompanha a fibromialgia agravando e debilitando o estado da pessoa devido ao grande cansaço que produz.

O nome de fadiga crónica diz tudo; uma fadiga excessiva que impede a pessoa de realizar as tarefas básicas e fadiga essa que dura há muito tempo.

O síndrome de fadiga crónica é igualmente um síndrome complexo, crónico e debilitante partilhando muitos dos sintomas da fibromialgia sendo que alguns médicos acreditam tratar-se da mesma condição que varia apenas de intensidade de pessoa para pessoa enquanto outros o atribuem a causas diferentes considerando-o por isso outra “doença” diferente.

(Muitas vezes a fibromialgia e a fadiga crónica andam juntas o que cria ainda mais confusão em quem não consegue entender as causas nem os tratamentos).

O que é importante reter para diferenciar estes síndromes é que os doentes com fibromialgia se queixam sobretudo com dores (seguindo-se o cansaço e depois outros sintomas), enquanto os doentes diagnosticados com o síndrome de fadiga crónica apresentam como principal queixa o cansaço extremo podendo ou não terem dores ou terem menos dores do que os fibromiálgicos.

Quer se trate de duas doenças diferentes ou de variantes da mesma condição, o que é certo é que ambas partilham mais do que os mesmos sintomas pois ambas podem ser igualmente debilitantes e devastadoras a todos os níveis.

Felizmente também a fadiga crónica tem tratamento, tal como a fibromialgia e só é preciso identificar as causas e corrigi-las.

A fadiga crónica tem causas um pouco diferentes das da fibromialgia mas elas baseiam-se nos mesmos princípios.

A principal diferença é que na fibromialgia existem muitas mais causas e muito mais trabalho a fazer para a eliminar.

Na fadiga crónica pode no entanto dar "muito mais trabalho" em virtude das abordagens de tratamento normais não serem suficientes e poder ser preciso usar também abordagens menos convencionais.

Diagnóstico e soluções.